menu
Colégio S. Gonçalo Apoiodo pelo Ministério da Educação
Colégio em 1931 Colégio em 1971 Colégio em 2012
1931 1971 2012
Menu Horizontal pesquisar
Internato
.

“Por aqui passaram hoje mais de cem, perdoe-se a imprecisão de quem não aprendeu a contar rigoroso, foram muitos, foram poucos, é como quando se fala de anos, já passei dos trinta, e Baltasar diz, Ao todo ouvi dizer que chegaram quinhentos, Tantos, espanta-se Blimunda (…) diz-se quinhentos tijolos, diz-se quinhentos homens, e a diferença que há entre tijolo e homem é a diferença que se julga não haver entre quinhentos e quinhentos, quem isto não entender à primeira vez não merece que lho expliquem segunda.”
Memorial do Convento, José Saramago


Publicado em: 03/03/2011 06:26:15

INTERNATO: Construir

No internato, as alunas andam a reflectir sobre o futuro e o que cada
uma pode fazer para "CONSTRUIR UM MUNDO MELHOR", a começar pelo ambiente do dia-a-dia do Internato.
Procuramos aproveitar todas as oportunidades para as ajudar a pensar nas
suas qualidades e talentos, de modo a poderem colaborar na construção de UM MUNDO MAIS FELIZ!
Cada aluna assumiu um compromisso sobre o que quer fazer para ajudar nessa construção.
Professora Rita e Professora Isabel


Publicado em: 25/02/2011 04:28:50

Internato: vive-se melhor quando se ama

O Internato do Colégio vai "caminhando"...passo a passo.
Entre fortes momentos de reflexão/oração e divertidos tempos de convívio, as alunas são desafiadas a crescer  em auto e mútuo conhecimento, para prepararem o seu futuro.
Por esta foto se pode compreender o espírito que nos move.

As professoras do Internato,
Rita e Isabel


Publicado em: 14/02/2011 06:56:42

INTERNATO: Iniciativas do Internato 2010/2011

Este ano, começou com um novo desafio: “COR A COR, VAMOS PINTAR O MUNDO!”.
E queremos pintá-lo de… AMIZADE, VERDADE, FÉ, CORAGEM, PARTILHA, PAZ INTERIOR, SOLIDARIEDADE, CONFIANÇA, JUSTIÇA, DIÁLOGO, OPTIMISMO, ESFORÇO, RESPONSABILIDADE.
Neste novo ano lectivo, o Internato do Colégio de São Gonçalo, orientado pela Professora Rita e pela Professora Isabel, acolhe 31 meninas, do 6º ao 12ºano; são 11 as meninas novas. Aos poucos, a adaptação vai-se sentindo, nos sorrisos, nas partilhas, na relação de confiança com as professoras. Imbuídas de um espírito fraterno, DE MÃOS DADAS COM JESUS, QUEREMOS PINTAR O MUNDO!



Publicado em: 02/11/2010 07:30:05

DESAFIO FEITO ÀS ALUNAS DO INTERNATO… - TESTEMUNHOS


Ao fim deste tempo de internato,
o que mais aprendi e o que levo para a vida?


INÊS REGINA – 8º ANO

O que aprendi e levo para a vida neste tempo de internato é o carinho que as professoras me deram, as amizades que tive e também ter aprendido a respeitar os outros. Graças a estas pessoas eu consegui mudar alguns dos meus defeitos e isso deixa-me feliz.
Nunca me esquecerei daqueles que me ajudaram. Obrigada Professoras e pessoas que me ajudaram.

ANA LISA – 8º ANO

Ao fim deste tempo de internato aprendi a ser verdadeira, amiga, honesta, feliz…
Aprendi a lidar com vários tipos de liberdade e como a saber utilizar!
Aprendi a ser eu própria, a gostar mais de mim, a dar valor aos outros e a mim. Criei novas amizades! Construí algumas pontes! Aprendi a ser autónoma! Aprendi a viver em conjunto ainda que por vezes seja complicado! Aprendi a respeitar os outros, a ser educada! Aprendi certas coisas que nunca pensava vir a aprender! E é isso tudo que eu quero levar comigo para a minha vida futura e conseguir sempre ajudar e deixar-me ajudar. E se for preciso, ensinar aquilo que me ensinaram neste tempo de internato!

CÍNTIA LETÍCIA – 8ºANO
Neste tempo em que estive no Internato aprendi a partilhar sentimentos, alegrias e tristezas… Aprendi também que a verdade está acima de tudo e hoje sou uma pessoa diferente! Agradeço às pessoas que me fizeram chegar até aqui (Prof. Isabel, Prof. Rita e todas as minhas colegas do Internato). É a estas pessoas que eu devo tudo…todos os cuidados que tiveram comigo…elas estiveram no “controlo” de tudo em todos os momentos difíceis que passei!
Não tenho palavras para expressar a minha gratidão!
LIA ALEXANDRA – 8º ANO

No fim deste tempo de internato o que aprendi foi que nada acontece por acaso, que temos que estudar para sermos alguém na vida (mas isso toda a gente sabe). Que temos que ter força para ultrapassar os problemas e tentar esquecê-los, mas não fugindo deles. Temos que ser verdadeiras e confiar nas pessoas que nos rodeiam.
A vida para mim é uma ilusão, triste e sem perdão, pode ter maldade e sacrifícios. Nela podemos sofrer, chorar e perder…
Mas o melhor é nunca desistirmos!

LILIANA – 8º ANO

O que mais aprendi neste tempo de internato e que levo para a vida é o carinho que as Professoras me deram neste tempo todo e por me terem ajudado a mudar alguma coisa das minhas atitudes. Aprendi a ser mais amiga. Já não sou tão resmungona porque as professoras me ajudaram muito.

GENY – 8º ANO

Durante este tempo que eu passei cá no internato, aprendi um pouco de tudo, como por exemplo a ser mais organizada e a ser um pouco mais aberta. Gostei muito de alguns momentos que aqui passei e não gostei de algumas horas mais cinzentas. Quero dizer uma palavra simples: um obrigada às duas Professoras pelo apoio e por toda ajuda que me deram. Quero pedir desculpa pelas asneiras que tenha feito, por ter dado tanto trabalho e espero que aceitem as minhas desculpas. Um obrigada especial â Professora Rita, além de lhe ter dado muito trabalho, peço-lhe desculpas.

KÁTIA – 9º ANO
Aprendi a ser respeitadora, educada, diferente e a ajudar sempre os outros. Aprendi também a crescer, a ser forte, a ser corajosa e Mulher. Aprendi que basta querermos, termos forças e que se formos determinadas chegamos ao s nossos objectivos.




EUNICE -9º ANO

O que mais aprendi foi a partilhar, a ter coragem e força de vontade para conseguirmos alcançar os nossos objectivos ou seja para eu conseguir alcançar os meus objectivos e aprender que nada é fácil na vida; é preciso ultrapassar vários obstáculos. As Professoras ensinaram-me a levar para a vida, Deus e muitas coisas preciosas, como seja amor, coragem, força de vontade, e o melhor que há em mim.

ANA RAQUEL -10º ANO

O que levo para a vida é aquilo que aprendi neste internato. Estar mais atenta para cumprir o que devo, a respeitar os outros, a obedecer. Levo comigo a ideia de que não devemos mentir em coisa alguma. Aprendi muito a ser mais responsável com o material que me pertence e com a organização nos armários etc. Levo muito comigo para a vida que devo ser feliz, que devo aplicar-me sempre para conseguir passar e tirar boas notas.

JESSICA BARREIRA – 10ºANO
Ao fim deste tempo todo no Internato aprendi muito! Aprendi sobretudo a lidar com a falsidade…mas também aprendi muitas coisas, como seja a conviver em sociedade com outras pessoas, a ser mais honesta e a não ter medo de dizer a verdade! No Internato aprendemos sobretudo a sermos mais responsáveis e autónomas! Viver no Internato é uma boa experiência que só quem passa por aqui é que sabe, claro que temos os nossos momentos menos bons, mas nada que não se consiga ultrapassar!

ANA FILIPA SANTOS – 10ºANO
O que mais aprendi e que levo para a vida, ao fim deste tempo no Internato é que existem regras a cumprir, tanto aqui como em todo o lado. Antes de eu vir para cá, não tinha regras nenhumas e os meus pais já não conseguiam “ter mão” em mim. Agora aprendi que a vida é feita de regras e que se não as cumprirmos, não conseguimos ter nada e, acima de tudo, nada somos! Também aprendi que a mentira “tem perna curta”, e que nunca se deve mentir, apesar de por vezes eu o fazer, e por isso quero, mais uma vez, pedir desculpa à Professora Rita e à Professora Isabel. Também quero agradecer muito às Professoras por tudo o que fizeram por mim, até hoje, apesar de eu, às vezes, não dar o devido valor!

CRISTIANA – 10º ANO

No fim deste 2º ano neste internato posso constatar que o crescimento é aparente; que a distância de casa foi um mal necessário, mas que soube dar lucros e que hoje retiro o lado bom da questão, esquecendo o mau. Este internato fez-me ver que na vida, na saída de casa, podemos construir de tudo, podemos encontrar todo o tipo de pessoas e ainda todo o tipo de realidades.
Deparei com momentos agradáveis e momentos desagradáveis. Fraquejei e recompus-me sucessivas vezes. Tive desilusões e inúmeras surpresas, com as quais tive que aprender a solucionar tudo o que me foi dado e proposto pela vida. Deparei aqui com tudo o que poderia encontrar quando o derradeiro momento, que seria a saída para a Universidade, acontecesse.
Digo com toda a certeza que foi uma boa experiência vir para aqui. Não é tudo um mar de rosas, nem temos os nossos pais sempre a proteger-nos, por vezes vemo-nos sozinhas e a tomar atitudes que não imaginávamos ter de tomar. Aqui poderá acontecer de tudo, tal como acontece na vida.
Nem tudo é mau, mas o cansaço começa a chegar. As desilusões surgem, as desilusões são evidentes, contudo há que retirar o bom e são as situações más, que fazem dar valor às boas. As más são necessárias!

STELA MARIZ – 10ºANO
Ao longo destes 5 anos no Internato aprendi …aprendi que as Amizades são importantes na nossa vida. Aprendi a ter paciência, a crescer e a saber lidar com as pessoas. No Internato fazemos amizades inesquecíveis! Todas diferentes…
O Internato é como se fosse “uma segunda casa” para nós!

RITA DANIELA PEREIRA – 10ºANO
Ao longo deste tempo, tive determinadas dificuldades em me adaptar às regras e condicionantes do Internato. De facto, tive amigas que me alertaram para o mal que estava a fazer e foram-me ensinando a torná-lo no melhor da vida!
Aprendi a ser algo que nunca tinha conseguido! Através de cartões/mensagens, chamadas de atenção e ausências de sorrisos…através de tudo, fui-me tornando uma pessoa mais organizada, uma pessoa mais bem-educada. Aprendi que as coisas que nós tanto queremos são alcançadas com luta, com esforço da nossa parte, pois sem isso a vida ou o momento em que se tem o que se quer sem lutar, torna-se fútil. Aprendi a dar valor a certas coisas e momentos da vida que antes não valorizava! Aprendi a confiar mais em mim e aprendi também que, mesmo que ao virar da esquina podemos encontrar um amigo, amigo esse que poderia não entrar na nossa lista de conhecidos!
Tenho que agradecer!

TÂNIA – 10º ANO

No internato a boa convivência entre todas e com as Professoras é fundamental. Isso é uma coisa que vamos aprendendo ao longo do tempo. Para existir essa boa convivência é necessário aprender a conhecer os outros e dar um voto de confiança. Sabermos ajudar, compreendermos os outros, são coisas que no internato nos ensinam e que são essenciais para o resto da vida, para sabermos agir e reagir perante as pessoas e as situações que frequentemente nos aparecem. No internato temos diversas experiências em relação a vários domínios. E há melhor que a experiência? O mais importante que eu aprendi foi que quando temos amor, quando sabemos amar, temos coragem para superar tudo e não tem que ser sozinhas, porque um amigo faz toda a diferença!

ANA MARCOS -11º ANO

Durante estes 2 anos de internato, posso concluir que me ajudou a crescer muito, ajudou-me a saber viver em grupo. Se todas fizermos um esforço para que tudo corra bem, somos muito mais felizes aqui. Aprendi também que às vezes basta apenas uma palavra para que alguém faça um grande sorriso! Agora sei que vale apenas lutar mesmo por aquilo que nos parece impossível.
Agradeço a oportunidade de poder estar aqui, pois aprendi e coloquei em prática os verdadeiros valores da vida. Foi uma experiência bastante boa, aprendi a conhecer-me melhor (a saber os meus limites, as minhas atitudes) e fiz grandes amizades.

VERA GRANJA – 12ºANO
Há três anos que moro nesta segunda casa, anos em que aprendi e vivi de tudo um pouco. No início, para mim, tudo era estranho e esquisito, a minha vinda para cá não fazia sentido…eu só queria sair e ir para junto da minha família, pois aqui sentia-me sozinha. Mas, passado alguns meses comecei a ver o bom que isto me trazia e me poderia trazer, mas, claro, foi sempre difícil. Agora, toda a gente me pergunta se gosto de cá estar e se não voltava atrás…e eu só digo: “Custou-me muito, mas não me arrependo de nada”.
Aprendi muita coisa, desde ser independente a ser Amiga, criei aqui muitas amizades que vou guardar sempre no meu coração, aprendi a dar mais valor às coisas da vida, pois por mim mais simples que sejam têm grande valor, aqui nesta casa ensinaram-me a ser uma boa mulher, uma mulher que tem tudo de bom. Isto agradeço às pessoas que me acompanharam, e com esta mudança da minha vida de 3 anos longos levo para o futuro boas recordações dos momentos aqui passados e levo uma grande lição de vida e, claro, vou deixar para trás muitas saudades.

ELODIE PEREIRA – 12ºANO
Ao longo dos três anos que estive no Internato, aprendi a viver em conjunto, pois nem sempre é fácil “dizer não” à privacidade. Alimentei de forma significativa os valores do amor, amizade, união, e principalmente a verdade, que actualmente é tão difícil! Com a minha entrada no internato aprendi a ver o mundo com outro olhar, graças às amizades que criei, incluindo as Professoras Responsáveis do Internato, pois o seu papel é essencial no nosso dia-a-dia. O que levo para a vida? Tal como já referi anteriormente, levo um olhar diferente, encarando assim, os problemas que a vida nos impõe, de maneira mais ponderada, isto é, reflectir e só depois agir. Num futuro próximo, espero utilizar as “normas” que me foram impostas, de maneira a contribuir para um mundo mais irmão e mais Amigo.




Publicado em: 31/05/2010 10:56:58

A Caminho com Maria

A caminho com Maria foi o tema que nos desafiou para vivermos com mais seriedade e profundidade o mês de Maio, o mês de Maria.
Desde os posters espalhados até aos tempos fortes de oração que vamos tendo, somos convidadas a “caminhar com Maria”, a procurarmos ser como Ela.
Ensina-nos, Maria, a ser como Tu, a fazer sempre o que Jesus quer de cada uma de nós.
As alunas e professoras do Internato



Publicado em: 18/05/2010 15:12:22

Notícias do Internato

Após o tempo da Quaresma em que fomos “orientadas” por “sinais de trânsito” que nos indicavam o caminho que Jesus queria de nós, terminámos com a partilha da Alegria e Esperança que temos em Jesus, Aquele que nunca nos falta!
Assim, nos últimos dias de aulas, antes de irmos para as nossas famílias, fomos distribuindo por todas as pessoas do colégio (Professores, Funcionários, Alunos…) uma mensagem de ALEGRIA e de ESPERANÇA.
“Páscoa é Alegria! Jesus vive no meio de nós!”
Que o nosso coração se encha de ALEGRIA.
As Professoras e Alunas do Internato


Publicado em: 13/04/2010 17:57:20

INTERNATO FEMININO DO COLÉGIO DE S.GONÇALO


Neste ano lectivo 2009/2010 frequentam o Internato 29 meninas, vindas de norte a sul do país, e também alguns elementos de outros países: Angola, Brasil, França…
Procuramos que cada aluna sinta que o Colégio e o Internato são a sua “segunda casa”, espaço e tempo onde “investem energias” na construção do futuro, desde as actividades orientadas a nível da formação humano-cristã, a todo o conjunto de momentos de acompanhamento pessoal.
Desejamos ser tudo o que cada uma necessita para ser mais feliz: somos “a professora”, “a amiga”, “a confidente”, “a conselheira”, “a explicadora”…somos alguém que caminha ao lado destas alunas a fazer tudo para que cresçam em harmonia e felizes.
(ver apresentação do Internato em powerpoint, no link do site do Colégio)

As Professoras Responsáveis pelo Internato
Rita Maria Pereira e Isabel Franchi Henriques






Publicado em: 31/01/2010 22:02:43

©  Grupo de informática/informática de gestão @ Colégio de S. Gonçalo - AMARANTE - 2010/2012
users online:       IP: 54.81.73.2: