menu
Colégio S. Gonçalo Apoiodo pelo Ministério da Educação
Colégio em 1931 Colégio em 1971 Colégio em 2012
1931 1971 2012
Menu Horizontal pesquisar
Destaques [notícias & avisos]

 

 

 

 

 

 
Atividade: CONCERTOS MÍNIMOS

Contexto: atividade integrada no evento “Des(a)fiando a Língua, 2015”, com o objetivo de celebrar a língua portuguesa e os seus autores.
Data: 23 a 27 de fevereiro de 2015
Horário: entre as 12:30 e as 13:30 horas
Local: palco junto ao pavilhão gimnodesportivo
Descrição: Sabes tocar, cantar, dançar ou representar? Então, de que estás à espera?! Inscreve-te e participa nos “Concertos Mínimos”. Revela o teu talento! O palco é todo teu!
Regra: é obrigatório que te expresses* em português
(*canto, declamação, representação…)
Inscrições:
- obrigatória;
- fala com o teu professor de português;
- inscrições abertas até 19/02/2015.

Publicado em: 11/02/2015 14:50:28


 

 

 

 

 

 
Ação de sensibilização: olhar a diferença com naturalidade

No passado dia 9 de fevereiro de 2015, na sala de audiovisuais do Colégio de S. Gonçalo, recebemos a presença do preletor Dr. Jorge Pereira, presidente da Cercimarante, para partilhar connosco, numa aula diferente, os seus conhecimentos sobre a temática dos comportamentos atípicos.
Durante noventa minutos, os alunos de 10º, 11º e 12º anos, do curso de animação sociocultural, tiveram oportunidade de esclarecer algumas dúvidas relativamente a casos de pessoas que revelam comportamentos atípicos.
Aprender a olhar a diferença com naturalidade foi a mensagem transmitida, ficando clara a urgência desta atitude numa sociedade que só agora começa a olhar as pessoas diferentes com a mesma naturalidade com que olha o mais comum dos mortais. Abordou-se a circunstância desta temática começar a ganhar maior credibilidade na sociedade e nos meios de comunicação social, que passou a dar algum enfoque relativamente a estes fenómenos sociais.
Integrada nos planos curriculares das disciplinas ministradas na área tecnológica e técnica do curso de animação sociocultural, a ação procurou atingir estes objetivos: sensibilizar para a realidade dos comportamentos atípicos; esclarecer o que são comportamentos atípicos; avaliar a importância do conhecimento deste fenómeno na sociedade e as suas implicações.
Um agradecimento especial ao Dr. Jorge Pereira pela disponibilidade e empenho com que partilhou os seus conhecimentos connosco.
A docente Elisabete Fonseca



Publicado em: 11/02/2015 14:34:38


 

 

 

 

 

 
Encontro: 1º Encontro de Turismo Cultural e Património

13 de janeiro de 2015
Organização: Direção do Curso Científico-Tecnológico de Turismo Cultural e Recreativo
Turma de 11º Ano de Turismo Cultural e Recreativo
Destinatários: Alunos de 10º Ano de História A e de História da Cultura e das Artes

O Colégio de S. Gonçalo, uma instituição de referência na área do ensino, ao serviço de toda a comunidade envolvente desde os anos 30 do séc. XX, nunca recusou um desafio. Muito atento às tendências de mercado para o séc. XXI, abraçou uma nova oferta educativa que muito nos orgulha a todos: o recém-criado Curso Científico-Tecnológico de Turismo Cultural e Recreativo.
Como sabemos, o Turismo Cultural tem crescido a um ritmo anual de cerca de 8%; cerca de seis milhões de europeus trabalham no setor da Cultura e do Turismo Cultural e, em Portugal, estas áreas representavam, em 2004, 3% do total do emprego. Ainda segundo a Organização Mundial de Turismo, a OMT, o Turismo Cultural é um dos produtos que mais irá crescer, prevendo-se que atinja nos próximos anos, 20% do valor global das receitas turísticas.
Constata-se igualmente que esta é uma das áreas da Economia onde não se verificam, apesar do contexto europeu de crise, taxas sensíveis de desemprego e onde a possibilidade da criação do próprio emprego se afigura cada vez mais como uma realidade. Foi, pois, com enorme satisfação que o Colégio tomou a decisão de preparar os futuros profissionais desta área em crescendo, dotando-os de ferramentas úteis a desenvolver pelo currículo do próprio curso, tornando-os capazes de pensar experiências culturais diferenciadas e inovadoras, no domínio do património material e intangível, sensibilizando-os para as questões do património, da identidade e da memória que a todos importa preservar.
Ao mesmo tempo, o Colégio de S. Gonçalo dá igualmente resposta às necessidades de mercado sentidas pelas economias locais, numa região como a nossa, altamente vocacionada para o Turismo.
Faz pois todo o sentido a organização de eventos como este. Trazer aos nossos alunos conhecimentos sobre os grandes agentes culturais e instituições ligadas ao Património e Turismo Cultural. Foi o que fizemos, com o convite à Rota do Românico, que se fez representar pelo Dr. Duarte Pinheiro, que se revelou um comunicador de exceção e que muito nos alegrou com a sua presença amiga, ou não fosse ele também um filho desta casa, aluno de distinção.
Porque sentimos que devemos envolver ativamente os alunos neste género de atividades, não posso deixar de elogiar a apresentação dos trabalhos em Powerpoint sobre “A Europa dos Reinos – a Christianitas”, a cargo do 10º 4A1 (Línguas e Humanidades) e “A cultura do Mosteiro- A arquitetura Românica”, pelo 10º 2A (Design). Deixem-me dizer-vos que o nervosismo próprio de quem fala pela primeira vez para 150 pessoas não os atrapalhou em nada e simplesmente brilharam. Parabéns!
Seguiu-se um breve mas delicioso intervalo. No Salão de Estudo, servimos um Coffee Break que surpreendeu e animou os convivas. Muito gratos aos nossos patrocinadores, Confeitaria Moinho, Confeitaria Grão Real, Cafés Sanzala, Doces do Freixo e às mamãs e Srª professoras que também deram prova de competência doceira.
Os trabalhos prosseguiram depois do toque, no Auditório, com a Palestra subordinada ao tema “A Rota do Românico e a promoção do Turismo Cultural na região”, com um espaço simpático para perguntas e questões levantadas pelos alunos.
À tarde, houve visita guiada ao Mosteiro do Pombeiro, em Felgueiras, e à Casa de Margaride, onde nos serviram um magnífico Pão-de-ló, que todos apreciaram e reconheceram como Património bem tangível da região. Os nossos agradecimentos especiais ao Dr. José Augusto, da Rota do Românico, já nosso conhecido nestas andanças, e ao Dr. Guilherme Lickfold, pela simpatia com que nos receberam.
Uma palavra de apreço e simpatia pela forma como os alunos do 11º Ano de Turismo Cultural e Recreativo se envolveram na atividade e a levaram a bom termo, sob a supervisão da Prof. Ondina. Bem hajam!
Foi um absoluto sucesso, esta primeira edição. Até para o ano.
Rosa Maria Fonseca (Diretora do Curso Científico-Tecnológico de Turismo Cultural e Recreativo)


Publicado em: 03/02/2015 05:57:23


 

 

 

 

 

 
VISITA DE ESTUDO: FEIRA DO PATRIMÓNIO

A Direção do Curso de Turismo Cultural e Recreativo, de acordo com o seu Plano Anual de Atividades, dinamizou no passado dia 10 de outubro, para alunos de Património Cultural e Organização e Dinamização de Eventos (10º e 11º anos), uma visita à segunda edição da Feira do Património, em Guimarães. Os objetivos da visita, plenamente atingidos, eram vários por isso se destacam aqui apenas os mais importantes:
- Conhecer e valorizar o património cultural português;
- Compreender a importância e o papel da organização de eventos, no contexto das novas motivações turísticas;
- Promover a participação em situações de aprendizagem fora da escola.
Os alunos envolveram-se no evento e interagiram com os diferentes representantes das mais diferentes instituições ali representadas.
Aqui ficam alguns excertos dos relatórios apresentados pelos alunos de Turismo Cultural e Recreativo:
“No dia 10 de outubro de 2014, as turmas 4C do 10º e 11º anos realizaram uma visita de estudo à Feira do Património, em Guimarães, acompanhados pelas Professoras Rosa Maria Fonseca e Sílvia Fernandes.
Após o almoço, seguimos a pé para a Casa da Memória, onde decorria a Feira do Património. Aqui, encontrámos muitas informações sobre o nosso património, como o Mosteiro da Batalha, sobre as várias aldeias históricas, rotas ou itinerários culturais, como a Rota do Românico ou a Rota dos Moinhos, ao mesmo tempo que saboreávamos a gastronomia do nosso país, como os ovos moles de Aveiro, por exemplo.” (Jacinta Costa, 10º 4C)
“Após a hora do almoço, todos os alunos recolheram panfletos e colocaram questões aos representantes dos museus e empresas, quer públicas quer privadas, que se encontravam na Feira. Na minha opinião, a visita de estudo foi bastante produtiva e, ao mesmo tempo, muito divertida. Penso também que todos os objetivos foram cumpridos. Todos os alunos se mostraram responsáveis fora do estabelecimento escolar.” (Maria Francisca Maia, 10º 4C)
No final, o Museu D. Diogo de Sousa e o Museu de Arte Contemporânea de Serralves convidaram-nos para workshops diversos que os nossos alunos realizaram com gosto e satisfação.
Direção do Curso de Turismo Cultural e Recreativo,
professora Rosa Maria Fonseca

Publicado em: 18/11/2014 04:35:48


 

 

 

 

 

 
Mensagem: de Helena Caspurro para os alunos do Colégio:

“Escrevi um pequeno poema que quero dedicar a todos os meninos do Colégio, especialmente àqueles que coisas tão lindas me escreveram e … me fizeram tão feliz. Se pudesse ser-lhes lido e entregue no início do ano que ora entra, da forma que melhor entender, ficaria muito contente. Demorei a escrever a agradecer-lhes, pois não foi de imediato que consegui encontrar algo em mim que pudesse corresponder a tanta verdade e beleza recebida.
Espero que estas minhas palavras possam espelhar em retorno toda uma vida que partilhei com essas crianças, convosco, no passado 21 de fev. O poema é complexo, como os adultos… Pedirei pois que o façam compreender e interpretar, como bem sabem fazer os vossos professores. Estou certa de que, à sua maneira e jeito, algo lhes ficará para se transformar no amanhã, como pede o crescimento.
A todos os professores,
Um muito obrigada!
Um abraço,
Helena Caspurro
P. S.: Também farei por publicá-lo no Facebook.”

Às crianças do Colégio de S. Gonçalo, Amarante,
…com amor.
Especialmente aos alunos dos 4º e 5º anos – A, B e C – que no passado ano lectivo, no dia 21 de fevereiro, me fizeram feliz. Também aos seus professores e Diretor, o meu OBRIGADA!

Li, reli e voltei a ler o relido –
o sentir trazido pelas palavras vossas,
tesouros de arlequins e utopias,
fez-me cantar
no colo mãe das memórias minhas
o tanto que de vós trazia.

– Que maravilhas!
Que barcos dançarinos de alvoradas.
Que olhos de ver cotovias!

Pousei os dedos nas folhas seivadas com a luz dos vossos versos
e vesti-me com o renascimento da vida.

O que poderei dizer-vos agora
crianças amadas?
– É na vossa fantasia,
nos vossos castelos e tesouros
que tenho encontrado,
navegando,
a minha poesia.

Helena Caspurro
(Porto, 14 set 2014)

Podes descarregar AQUI


Publicado em: 19/09/2014 08:59:40

205 registos

1| 2| 3| 4| 5| 6| 7| 8| 9| 10| 11| 12| 13| 14| 15| ... 41|
©  Grupo de informática/informática de gestão @ Colégio de S. Gonçalo - AMARANTE - 2010/2012
users online:       IP: 3.234.208.66: